Notícia
24 12:34:01/04/2017

Secretaria Municipal de Saúde deve vacinar mais de 3 mil satubenses contra a gripe

A Secretaria de Saúde de Satuba, por meio da coordenação de imunização, já iniciou a vacinação contra a gripe nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) do município. Ao todo, 3.195 satubenses devem ser vacinados até o dia 26 de maio. O calendário obedece aos critérios da Campanha Nacional de Vacinação Contra a Influenza, promovida pelo Ministério da Saúde (MS).

Entre o público que deve procurar as UBS’s, para tomar a vacina, estão os trabalhadores de saúde, as crianças de seis meses a quatro anos, os idosos a partir de 60 anos, gestantes, mulheres que acabaram de dar à luz, os povos indígenas, pessoas privadas de liberdade, pessoas com doenças crônicas e, este ano, a vacinação também vai contemplar os professores ativos do município. Devido à novidade, a Secretaria Municipal de Educação também entra como parceira da campanha.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Diógenes Neto, mais de 100 profissionais estão envolvidos, de maneira direta e indireta, para garantir que a meta de vacinação seja atingida.

“Temos uma equipe bastante focada e competente que todos os dias estuda as melhores estratégias para alcançarmos as metas. Estamos bastante empenhados para dar o máximo de esclarecimentos, tirar as dúvidas da população e imunizá-la contra a influenza. Para isso precisamos, claro, que o público atenda ao nosso chamado e se faça presente” disse Diógenes.

A influenza é uma infecção viral aguda que afeta o sistema respiratório. A transmissão ocorre por meio de secreções das vias respiratórias da pessoa contaminada ao falar, tossir, espirrar ou pelas mãos, que após contato com secreções respiratórias pode levar o agente infeccioso direto à boca, olhos e nariz.

Abaixo, segue a meta de vacinação da cidade, por público-alvo.

 

Números – Campanha Contra a Influenza em Satuba

 

Trabalhadores de saúde  (244 doses)

Crianças de seis meses a quatro anos  (942 doses)

Idosos a partir de 60 anos (1.093 doses)

Gestantes (134 doses)

Mulheres que acabaram de dar à luz (22 doses)

Pessoas com doenças crônicas (506 doses)

Professores (254 doses)