Notícia
03 17:59:59/07/2017

Secretaria Municipal de Educação trabalha a história de Satuba no Projeto Emancipação

Com a chegada do mês de julho, a Prefeitura de Satuba dá início à contagem regressiva para a data mais importante do município: 17 de agosto, dia que marca a emancipação política da cidade. Para que as famílias satubenses possam comemorar os 57 anos do município, sabendo do papel importante que cada um dos mais de 14 mil habitantes da cidade exerce para o desenvolvimento local, a Secretaria Municipal de Educação (Semed) realiza um trabalho de pesquisa e incentivo à cultura de Satuba que mobiliza os cerca de 3 mil alunos da Rede Municipal, suas 13 unidades de ensino e todas as comunidades que vivem no entorno delas.

Conforme explica a secretária municipal de Educação, Jane Gleide Acioly, por trás do desfile cívico do dia 17 de agosto, que tem a missão de contar a história da cidade e, ao mesmo tempo, mostrar em quais pontos o município se desenvolveu, existe um trabalho vasto de pesquisa, que é iniciado com, no mínimo, seis meses de antecedência da data e começa dentro das escolas municipais.

 “A Rede Municipal de Educação se mobiliza para, primeiro, contar a história de Satuba, em seus mínimos detalhes, dentro das salas de aula. Para que isso aconteça, a gente [alunos e professores] pesquisa muito. É um trabalho delicado, mas ao mesmo tempo primoroso, feito com muito amor porque a gente ama contar a nossa história e, dentro dessa missão, temos outras duas nobres missões: a primeira é fazer com que as nossas crianças e adolescentes saibam toda a história do município por completo e a segunda é vê-los como agentes da cultura local, disseminando todo esse conhecimento nas suas comunidades” explica a secretária.

O trabalho da Semed para contar os 57 anos de Satuba em 2017 começou ainda no final de 2016, quando os primeiros projetos começaram a ser idealizados. Desde o mês de abril deste ano, todas as unidades da Secretaria começaram a desenvolver os seus projetos paralelos, em que foram trabalhados os pontos fortes do município, contextualizados dentro da região nordeste e do estado de Alagoas.

“Cada uma das escolas está contando a história do município, focando em algum ponto específico, seja cultural ou histórico. Tem escola que está trabalhando a identidade do povo de Satuba, já outras unidades estão falando sobre a representatividade do artesanato local, outras do surgimento do município, por meio da cerâmica São Bento, e por aí vai. Toda essa logística foi previamente discutida com diretores, professores e demais servidores das escolas, para que no dia da emancipação esse trabalho seja mostrado para os satubenses, durante o desfile cívico” concluiu Jane.

O tema do desfile cívico de emancipação, em 2017, será “Satuba 57 anos: valorizando o ensino e a cultura local, nos 200 anos de Alagoas”. Além de estar trabalhando o Projeto Emancipação, a Semed também vem desenvolvendo outros programas, entre eles o “SatuIdeb” e o “Satuba Escola 10” que tem como objetivo o desenvolvimento de novas estratégias de ensino, para a elevação do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb).

Dentro do calendário de eventos comemorativos ao aniversário da cidade, as demais secretarias e órgãos municipais também trabalham junto com seus servidores e público-alvo, nos demais projetos que promovem a valorização da cidade e dos seus munícipes.

 

Por Ascom Satuba