Notícia
01 12:29:14/09/2017

Atleta de Satuba vai representar o Brasil em Campeonato de Judô Internacional

A atleta satubense de judô, Hemily Lopes, do projeto “Lutando Para Vencer”, da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer de Satuba (Semel) foi classificada para representar Alagoas no Campeonato Sul-Americano de Judô, que vai acontecer no mês de novembro deste ano, em Lima, no Peru. Vice-campeã brasileira de judô Sub-15 e tricampeã dos Jogos Estudantis de Alagoas (Jeal) 2017, a menina, de apenas 14 anos de idade, coleciona mais de 20 medalhas, entre elas 18 de ouro, conquistadas em várias competições.

A corrida contra o tempo, para garantir a participação no evento que vai contar com mais de 200 atletas das Américas, já começou porque Hemily e o treinador, que também é atleta e medalhista de judô, Luiz Carlos Cerqueira Junior, precisam apresentar todas as documentações necessárias para a viagem internacional até o dia 25 de setembro.

“Desde que soubemos da classificação da Hemily no Sul-Americano, não paramos um só dia, nessa corrida contra o tempo para garantirmos a participação dela no evento. A Hemily é uma atleta com um potencial enorme e já é reconhecida, pela Federação Alagoana de Judô (FAJU) como uma das melhores judocas de Alagoas. A medalha de prata que ela conquistou no Campeonato Brasileiro de Judô Sub-15 mostrou demais o quanto ela se entrega aos resultados e o foco que ela tem, durante as competições” disse o treinador.

A judoca tem uma rotina bastante puxada. Estudante do 9º ano do Ensino Fundamental do Colégio Padrão, Hemily se divide entre as atribuições da escola e os treinos, que acontecem todos os dias nos horários em que ela não está estudando. A dedicação ao esporte começou aos 10 anos de idade, quando ela conheceu o projeto da Prefeitura de Satuba que oferece aulas gratuitas de judô a cerca de 80 jovens e adultos do município.

“Quando eu fui me inscrever no projeto, eu não imaginava que eu seria capaz de alcançar metade da metade dos resultados que já consegui, lutando pelo Judô Satuba. Realmente, eu mudei muito para melhor e o esporte fez uma reviravolta positiva na minha vida. Além de ter melhorado nas condições físicas, eu também passei a enxergar o mundo de outra maneira. Passei a encarar os desafios com muito mais foco e comecei a olhar para os adversários, me colocando no lugar deles, sabe?” comentou Hemily.

“Eu acredito que a vida sempre vai nos surpreender para o bom ou para o ruim e a gente tem que, além de estar sempre preparados, entender e ajudar sempre o próximo” completou a judoca.

A Prefeitura de Satuba é patrocinadora oficial da atleta, mas para a complementação dos gastos com alimentação e hospedagem dela e do treinador, no Peru, alguns eventos estão sendo realizados paralelamente à agenda de treinos. As aulas do projeto “Lutando Para Vencer” são abertas e acontecem às terças, quintas e sextas-feiras, das 19 às 21h, no Ginásio Poliesportivo Adelson Cortez (Quadra Municipal). Para se inscrever no projeto ou acompanhar os treinos, basta procurar a coordenação do Judô Satuba nos dias e horários mencionados.

 

Por Ascom Satuba