Notícia
14 13:24:35/09/2017

Prefeitura de Satuba adota novas medidas para conter gastos públicos

O prefeito de Satuba, Paulo Acioly, e os secretários municipais se reuniram, nesta quarta-feira (13), com os prestadores de serviço da Prefeitura de Satuba para conversar sobre as medidas de redução de custos, adotadas pelo Poder Executivo, para tentar diminuir os efeitos da grave crise financeira que atinge a cidade e os demais municípios do Brasil. Mesmo diante das medidas de contenção de gastos públicos, adotadas pela gestão desde o início deste ano, o anúncio da previsão do corte de 24 milhões de reais dos municípios de Alagoas até o mês de outubro, feito pelo Tesouro Nacional, obrigou as prefeituras a adotarem posturas mais drásticas, entre elas, a rescisão de contratos de prestação de serviço.

Para evitar que os serviços públicos essenciais como, por exemplo, os atendimentos médicos de emergência, a limpeza urbana e o funcionamento das 13 escolas municipais, pudessem ser atingidos por maiores transtornos, a prefeitura de Satuba, assim como fizeram as prefeituras de União dos Palmares, Japaratinga e Delmiro Gouveia, resolveu, entre outras medidas, rescindir os contratos com os funcionários prestadores de serviço, pelo menos até que todas as situações em relação aos atrasos nos pagamentos do quadro funcional e dos fornecedores sejam resolvidas.

Diante do anúncio, a prefeitura de Satuba esclarece que NÃO HAVERÁ o encerramento de projetos e programas de caráter essencial para as famílias satubenses, nem o fechamento de prédios públicos. Todos os secretários municipais estão trabalhando para rever as contas e se adequarem ao período que também é agravado pela redução dos valores do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). A rescisão dos contratos também ocorre para que todos eles sejam revistos e a prefeitura NÃO descarta a possibilidade de recontratação, caso o município necessite para evitar problemas que atinjam o cidadão.

Mesmo diante do número de habitantes, apontado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE) de apenas 13.949, o município de Satuba atende, atualmente, quase o dobro desse número (devido ao desenvolvimento habitacional e as construções irregulares que aumentaram o número de moradores) com os recursos do FPM baseados na primeira estatística.

A suspensão de recursos federais deixou mais de 350 obras inacabadas em todo o país e quase 200 obras paradas em Alagoas. Porém, Satuba conseguiu avançar no desenvolvimento, inaugurando, junto com o Governo de Alagoas, no mês de agosto, nove obras, entre elas a pavimentação asfáltica de três ruas, calçamento de mais duas e uma nova unidade do Centro de Referência Especializado da Assistência Social (Creas).  

O prefeito Paulo Acioly, junto com a Associação dos Municípios de Alagoas (AMA), continua em busca de soluções que minimizem os efeitos da crise. O gestor também continua à disposição dos satubenses para quaisquer dúvidas relacionadas à prestação de contas da prefeitura e, assim como todo o quadro funcional da gestão, espera que todos os transtornos ocasionados pelas rescisões sejam resolvidos o mais breve possível.

 

Prefeitura de Satuba - Governo Cidadão